• 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

John Fante em destaque no programa «Nada Será Como Dante» (RTP)

Publicado a 29/03/2022, na categoria: Alfaguara, Artigos

Injustamente pouco conhecido em Portugal, John Fante é um autor de culto e o grande mestre de Charles Bukowski. Não o ler é perder uma página incontornável da literatura americana do século XX. A propósito da reedição da saga de Arturo Bandini, a RTP dedica-lhe esta peça e explica porque é urgente redescobrir este autor.

Para ver aqui aqui.

1933 foi um mau ano

14,31

«Foi mau, o Inverno de 1933. Avançando penosamente naquela noite por entre labaredas de neve, com os dedos dos pés a arder e as orelhas em chamas, a neve a revolutear à minha volta como um bando de freiras raivosas, parei abruptamente. Chegara a hora de pensar bem. Com bom ou mau tempo, havia certas forças no mundo que se conjugavam para tentar destruir-me.»

Cheio de vida

16,11

A emoção e o humor vibram em cada linha deste romance.

Publicado em 1952, Cheio de vida é o mais autobiográfico – e divertido – dos romances de John Fante, um dos grandes autores americanos do século xx, mentor de Charles Bukowski e precursor da beat generation.

Pergunta ao pó

16,97

Na Los Angeles do tempo da Grande Depressão, encontramos uma personagem maior que a vida – Arturo Bandini –, vivendo à margem da cidade de todos os sonhos.

Sonhos de Bunker Hill

15,57

Sonhos de Bunker Hill é o quarto e último romance da famosa Saga de Arturo Bandini, um dos heróis mais autobiográficos da tradição literária. Ditado à mulher depois de ter cegado devido à diabetes, foi publicado em 1982, um ano antes da morte do autor.

Partilhar

John Fante em destaque no programa «Nada Será Como Dante» (RTP)

Publicado a 29/03/2022, na categoria: Alfaguara, Artigos

Injustamente pouco conhecido em Portugal, John Fante é um autor de culto e o grande mestre de Charles Bukowski. Não o ler é perder uma página incontornável da literatura americana do século XX. A propósito da reedição da saga de Arturo Bandini, a RTP dedica-lhe esta peça e explica porque é urgente redescobrir este autor.

Para ver aqui aqui.

1933 foi um mau ano

14,31

«Foi mau, o Inverno de 1933. Avançando penosamente naquela noite por entre labaredas de neve, com os dedos dos pés a arder e as orelhas em chamas, a neve a revolutear à minha volta como um bando de freiras raivosas, parei abruptamente. Chegara a hora de pensar bem. Com bom ou mau tempo, havia certas forças no mundo que se conjugavam para tentar destruir-me.»

Cheio de vida

16,11

A emoção e o humor vibram em cada linha deste romance.

Publicado em 1952, Cheio de vida é o mais autobiográfico – e divertido – dos romances de John Fante, um dos grandes autores americanos do século xx, mentor de Charles Bukowski e precursor da beat generation.

Pergunta ao pó

16,97

Na Los Angeles do tempo da Grande Depressão, encontramos uma personagem maior que a vida – Arturo Bandini –, vivendo à margem da cidade de todos os sonhos.

Sonhos de Bunker Hill

15,57

Sonhos de Bunker Hill é o quarto e último romance da famosa Saga de Arturo Bandini, um dos heróis mais autobiográficos da tradição literária. Ditado à mulher depois de ter cegado devido à diabetes, foi publicado em 1982, um ano antes da morte do autor.

Partilhar