• Em promoção!
Factotum

Factotum

ALFAGUARA , Fevereiro 2017

Aventuroso e obsceno, divertido e desesperado, desbocado e ao mesmo tempo lírico, Factotum é o segundo romance do grande Charles Bukowski, nunca antes publicado em Portugal. Uma espécie de retrato do artista enquanto jovem, este é, decididamente, um dos melhores e mais marcantes escritos do autor americano.

«Sinceramente, horrorizava-me a vida, aquilo que um tipo tinha de fazer só para poder comer, dormir e andar vestido. De maneira que fiquei na cama a beber. Quando bebemos, o mundo continua lá fora, mas por instantes deixa de nos sufocar.» Uma cerveja, um engate. Mais um copo, mais uma mulher. Henry Chinaski, um jovem marginal,... Ler mais

«Sinceramente, horrorizava-me a vida, aquilo que um tipo tinha de fazer só para poder comer, dormir e andar vestido. De maneira que fiquei na cama a beber. Quando bebemos, o mundo continua lá fora, mas por instantes deixa de nos sufocar.»

Uma cerveja, um engate. Mais um copo, mais uma mulher.

Henry Chinaski, um jovem marginal, desconsoladamente solitário e irremediavelmente bêbedo, vagueia pela América dos tempos da Segunda Guerra, saltando de cidade em cidade, de emprego em emprego, cada um mais degradante que o anterior, apenas para poder sustentar as noites de mulheres e álcool. Enquanto se afunda numa espiral de vícios, vai alimentando (ou adiando) o sonho de ser escritor.

Chinaski, alter ego de Bukowski, é a perfeita encarnação de um factotum, um moço de recados ou pau-para-toda-a-obra, tão inconstante e volúvel quanto é eterno o seu criador.

Ler menos
Colecção
ALFAGUARA
Páginas
192
Idade recomendada
Adultos
Formato
Capa mole
Idioma
PT
Data de publicação
2017-02-01
Autor
Charles Bukowski
Editora
ALFAGUARA
Colecção
ALFAGUARA
Páginas
192
Idade recomendada
Adultos
Formato
Capa mole
Idioma
PT
Data de publicação
2017-02-01
Autor
Charles Bukowski
Editora
ALFAGUARA
9789896652036
2017-02-01
Não há opiniões
Charles Bukowski
Charles Bukowski
Ver mais
Charles Bukowski nasceu na Alemanha, em 1920, mas cresceu em Los Angeles, onde viveu durante cinco décadas. Publicou o seu primeiro conto em 1944, com apenas vinte e quatro anos, e começou a escrever poesia dez... Ler mais

Charles Bukowski nasceu na Alemanha, em 1920, mas cresceu em Los Angeles, onde viveu durante cinco décadas. Publicou o seu primeiro conto em 1944, com apenas vinte e quatro anos, e começou a escrever poesia dez anos depois. Morreu em 1994, aos setenta e três anos, pouco tempo depois de completar o seu último romance, Pulp. Viu publicados mais de quarenta e cinco livros de prosa e poesia, nove dos quais publicados pela Alfaguara: Pulp, Hollywood, A mulher mais bonita da cidade, Histórias da loucura normal, Mulheres, O capitão saiu para almoçar e os marinheiros tomaram o navio, A sul de nenhum norte, Factotum e Pão com fiambre. É, ainda hoje, um dos autores americanos contemporâneos mais conhecidos a nível mundial e considerado o poeta americano mais influente e imitado de sempre.

Ler menos
Ver mais
Subscreva a nossa newsletter de novidades editoriais

Actualidad

Artigos relacionados com este livro

Opiniões

Opiniões

Não há opiniões
Artigo adicionado à wishlist