• 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Shop

13,41

Preço fixo até 31/08/2018 (?)

Preço livre (?)

A denúncia

Um retrato dramático do pesadelo de viver todos os dias no país mais fechado do mundo: Coreia do Norte.

«Uma ficção muito rara que nos chega da secretíssima ditadura e está a caminho de se tornar uma sensação literária.»
The Guardian

Esgotado

Também disponível em EBOOK nas seguintes lojas:

pgn_btn_4
pgn_btn_2
pgn_btn_3
pgn_btn_5
pgn_btn_1b

Caraterísticas

Chancela

Autor(a) Bandi

ISBN 9789896651213

Data de publicação Setembro de 2016

Páginas 240

Dimensões 150x235mm

Género Ficção, Literatura

Disponibilidade Temporariamente Esgotado na Editora. Ver outras Lojas

Partilhar

A grande fome na Coreia do Norte, na década de 1990, acordou em Bandi, escritor oficial do regime norte-coreano, um crítico feroz e um resistente inabalável. A publicação deste livro - que terá saído da Coreia do Norte disfarçado de propaganda comunista - é prova do triunfo da humanidade e da resiliência da literatura num mundo dominado pelo absurdo. Nestes sete contos, Bandi denuncia e responsabiliza o infame regime norte-coreano, mas, mais ainda do que isso, retrata as vidas dos cidadãos que dele são vítimas: o dia-a-dia dilacerado pela fome, pelo medo, pela repressão. Neles lemos o sofrimento quotidiano e atroz de todo um povo e tememos por um futuro que nunca o será enquanto os destinos do país estiverem nas mãos de um líder delirante, megalómano e cobarde, de proporções kafkianas. A denúncia não deve ser lida apenas pelo seu inegável valor literário, mas sobretudo pelo realismo e pela humanidade com que retrata um povo a quem, geração após geração, é sonegado o mais importante dos direitos: uma voz.
Os elogios da crítica: «Este livro dá um rosto humano, histórias e imagens ao sofrimento do povo norte-coreano. Traz-nos à memória Orwell e Kafka. No entanto, este país que aqui se descreve existe mesmo, vivem lá pessoas, pessoas que talvez nem sonhem que é possível outra vida.» L´Express «Esta colecção de contos que o autor conseguiu fazer sair do seu país é de um valor incalculável... A construção clássica remete-nos para Gogol e Tchekov, para o gosto pela sátira absurdista, para Ionesco e Bulgakov.» Books Magazine «Estes sete contos são um verdadeiro acontecimento editorial.» Livres Hebdo «Longe das imagens ridículas e grandiloquentes que nos são impingidas pelo regime de Kim Jong-Un, A denúncia constitui uma oportunidade para descobrirmos um retrato comovente de um país secreto, uma terra esquecida onde a humanidade apenas pede que a deixem tentar triunfar.» Lire «Uma mensagem numa garrafa, tão preciosa que todos deveríamos apanhá-la e lê-la, para melhor percebermos a tragédia do último regime marxista do mundo.» Le Revenu «Mesmo sem saber nada sobre o escritor ou sobre a forma como o manuscrito saiu do país, a força destes contos evoca os clássicos literários sobre o totalitarismo.» L´ours «Histórias de pessoas simples, humilhadas e oprimidas por razões absurdas, vigiadas por cúmplices grotescos e por vizinhos delatores, prisioneiras e castigadas por uma ditadura que as espezinha todos os dias há mais de seis décadas. Um livro para interromper o silêncio.» La Vie

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “A denúncia”

O seu endereço de email não será publicado.

Relacionados