17,96 

As mães

O romance de estreia de Brit Bennett, autora do fenomenal A outra metade e herdeira da tradição literária norte-americana firmada por James Baldwin, Toni Morrison e Chimamanda Ngozi Adichie.

1307 em stock

Também disponível em EBOOK:

Características

Chancela Alfaguara

Autor(a) Brit Bennett

Tradutor Eugénia Antunes
ISBN 9789897848711
Data de publicação Maio de 2023
Edição atual 1.ª
Páginas 328
Apresentação capa mole
Dimensões 150x235mm

Género

Coleção Alfaguara

Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

Plano Nacional de Leitura

Literatura – Maiores de 18 anos

Sobre o pano de fundo de uma comunidade afro-americana marcada pela religião, no Sul da Califórnia, As mães conta uma história comovente e perspicaz sobre amor e ambição. Tudo começa com um segredo: «Todos os bons segredos têm um determinado sabor antes de os contarmos, e, se tivéssemos demorado mais algum tempo a degustá-lo, teríamos porventura reparado na acidez típica de um segredo ainda por amadurar, colhido cedo demais, rapinado e propagado antes do tempo certo.»

Nadia Turner está no fim do liceu e é uma adolescente rebelde, angustiada, muito bonita. Imersa no luto após o suicídio da mãe, envolve-se com Luke, um rapaz um pouco mais velho, filho do pastor da comunidade. São miúdos, não é nada sério. Mas desse romance resultará um segredo com um impacto duradouro. Pouco depois, Nadia abandona a terra natal, para forjar uma vida só sua. Os anos passam. Já adultos, Nadia, Luke e Aubrey, a melhor amiga, ainda vivem no rescaldo da escolha que fizeram naquele Verão à beira-mar, enredados num estranho triângulo amoroso e perseguidos pela dúvida: como seria agora, se tivessem, então, feito uma escolha diferente? Numa prosa encantatória e desafiante, As mães revela que as escolhas que seguimos deixam marca até ao fim.

Os elogios da crítica:

«Agridoce, sensual, moralmente desafiante. » — The New York Times Book Review

«Há romances que encontram o seu lugar enquanto os lemos e há romances que se tornam mais complexos quando pensamos neles retrospetivamente. Brit Bennettalcança aqui uma rara combinação, com um livro que vibra ao virar da página e que incita reflexão posterior.» —The Washington Post

«Exuberante, cheio de segredos, traições e acertos de contas […]. A crescente complexidade das personagens determina a urgência deste romance.» — The New York Times

«As personagens deste livro transmitem uma mensagem fortíssima sobre culpa e vergonha, sobre as expectativas em torno do corpo das mulheres, sobre o que acontece quando as mulheres negras não se comportam como deveriam. […] Um romance maravilhosamente escrito e que permanece connosco – uma estreia impressionante para uma tão jovem escritora.» — The Guardian

«Brit Bennett é extremamente sagaz no que diz respeito à psicologia do comportamento humano. […] O tema da maternidade, declinado de várias formas neste romance, sejam ‘mães de coração’ ou ‘mães de ventre’, revela a preocupação da autora com a capacidade das mulheres para amarem e cuidarem.» — The Irish Times

«Um livro iniciático, subtil e inteligente, que aborda, de um só fôlego, o racismo, a amizade, as angústias com a imagem corporal, as dores da idade adulta. E o aborto.» — Les Inrockuptibles

«Este é um romance especial: sábio, triste e impressionante. Um livro sobre a forma como a adorável e esperançosa tragédia da nossa vida é determinada pelas escolhas que fazemos e pelas escolhas que outros fazem por nós.» — Bookriot

«Um romance de estreia brilhante e tumultuoso […], com um enredo delicadamente urdido.» — Publishers Weekly

Do mesmo autor

18,86 

A outra metade

Outras sugestões
Nenhum resultado encontrado.
Artigos relacionados com o autor
Nenhum resultado encontrado.