17,91 

Beijo Feroz

Nas ferozes ruas de Nápoles continuam as aventuras e desventuras d´Os meninos da Camorra.

O retrato cru e emocionante de um bando de rapazes a quem a infância é precocemente roubada.

1332 em stock

Também disponível em EBOOK:

Características

Chancela Alfaguara

Autor(a) Roberto Saviano

ISBN 9789896657352
Data de publicação Abril de 2019
Páginas 432
Apresentação capa mole
Dimensões 134x240x13mm

Coleção Alfaguara

Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

«A boca é apenas o poço onde se mergulha para descobrir se existe alma.»

Eles selam silêncios, estabelecem alianças, distribuem absolvições e condenações. Dão beijos ferozes, lábios com lábios, para ligar alma com alma, o teu destino é o meu, como na lei do mar, em que caçar é apenas o momento antes de se ser presa. Os meninos da Camorra conquistaram o poder, mas sozinhos não conseguem comandar. Para minar as velhas famílias da Camorra e dominar o centro histórico, para não passarem de predadores a presas, os meninos devem permanecer unidos – o que é tudo menos fácil, pois cada um persegue a sua missão.

Imiscuindo-se nas relações, traições, vinganças e retaliações, as velhas famílias dispensam favores e insídias, semeando a discórdia no seio dos meninos. Estará para estalar uma nova guerra?

Na sequela d´Os Meninos da camorra, Roberto Saviano recupera os jovens destes dias ferozes, nascidos numa terra de assassinos e assassinados, desiludidos por promessas de um mundo que nada dá e tudo tira. Meninos cheios de fome. De raiva. Prontos para dar e receber beijos que sabem a sangue.

Os elogios da crítica:

«Devemos agradecer a Roberto Saviano ter devolvido à literatura a capacidade de nos abrir os olhos e a consciência.»
Mario Vargas Llosa


«Um livro de formação, um texto para jovens e que fala, com efeito, para eles.»
La Provincia Pavese

«Contar o que nunca é visto mudou a história das favelas brasileiras. Porque não deveria acontecer o mesmo na bela Nápoles poluída, manchada de sangue, da camorra das crianças que querem minar os antigos potentados, lançar os foguetes e apanhar as canas.»
La Stampa

Do mesmo autor

17,91 

Os meninos da Camorra

Outras sugestões

15,29 

O Cavaleiro Sueco

16,97 

Histórias de loucura normal

15,70 

O Deserto dos Tártaros

11,66 

A tragédia de Macbeth

14,81 

O perfume das flores à noite

19,78 

Dor (Zeruya Shalev)

Artigos relacionados com o autor
Nenhum resultado encontrado.