PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL

(em compras superiores a 15€)

PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL (em compras superiores a 15€)

  • 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Shop

12,15

Preço fixo até 31/12/2018 (?)

Preço livre (?)

Lanzarote

Um romance inédito em Portugal.

«Nenhum escritor contemporâneo se lhe assemelha, na presença de espírito, sensatez e beleza da prosa. Os temas que trata são sempre arrojados e corajosamente esmiuçados.»
Spectator

Em stock

Também disponível em EBOOK nas seguintes lojas:
Apenas disponível em EBOOK nas seguintes lojas:

pgn_btn_3
pgn_btn_5
pgn_btn_1b

Caraterísticas

Chancela

ISBN 9789896651718

Data de publicação Janeiro de 2017

Páginas 104

Dimensões 150x235mm

Género Ficção, Literatura

Partilhar

«Podemos muito bem viver sem esperar nada da vida; até é o que acontece mais frequentemente. De uma maneira geral, as pessoas ficam em casa, contentes por o seu telefone nunca tocar; e, quando o telefone toca, deixam o atendedor automático ligado. Não haver notícias é uma boa notícia. De uma maneira geral, é assim que as pessoas são. E eu também.»

Antevendo um final de ano a tender para o miserável, o nosso narrador - um alter-ego desencantado de Michel Houellebecq - decide começar o novo ano com umas férias na ilha de Lanzarote, um lugar árido e inóspito, que o receberá, e à sua ironia e acidez, de braços abertos.

Na companhia de um inspector de polícia luxemburguês taciturno e deprimido e com a ajuda de duas joviais alemãs adeptas do nudismo e das carícias sem pudor na praia, o nosso cínico em fuga dá largas ao seu hedonismo e analisa o espécime turista em acção numa paisagem tão agreste quanto as suas observações clínicas.

Sobre Lanzarote:

«Houellebecq tem a capacidade de transformar lugares-comuns em perfeitas comédias. Uma leitura deliciosa.» Sunday Telegraph

«Lê-se como se fosse um sonho.» Time Out

«Tremendamente gratificante.» Times Literary Supplement

«Houellebecq capta o espírito dos tempos melhor do que qualquer outro romancista ou historiador social contemporâneo.» Literary Review

«Nenhum escritor contemporâneo se lhe assemelha, na presença de espírito, sensatez e beleza da prosa. Os temas que trata são sempre arrojados e corajosamente esmiuçados.» Spectator

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Lanzarote”

O seu endereço de email não será publicado.

Relacionados