14,85 

A Vida Sonhada das Boas Esposas

O novo romance de Possidónio Cachapa é um olhar contemporâneo sobre o papel da mulher, a expressão da sua sexualidade e a visão que a família e a sociedade mantêm sobre ela à medida que o tempo passa.

82 em stock

Também disponível em EBOOK:

Características
ISBN 9789896659097
Data de publicação Novembro de 2019
Páginas 240
Apresentação capa mole
Dimensões 145x230mm
Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

Plano Nacional de Leitura

Literatura – Maiores de 18 anos

Madalena viveu, durante décadas, uma vida exclusivamente dedicada a um marido que nunca a amou, à casa que não escolheu e a filhos que pouco se importavam com ela. A morte súbita do marido e o segredo que lhe foi desvendado levam-na a embarcar num navio de cruzeiro, que vai alterar a sua perspectiva de vida e o olhar sobre si própria.

A par das amigas hilariantes de carne e osso, as personagens dos romances de Corín Tellado ou Emily Brontë saltam das prateleiras para lhe assombrar os sonhos e fazer questionar o seu direito a ser finalmente livre. O encontro com um galã hiper-romântico, semelhante aos dos livros que a tinham feito sonhar, e um tsunami muito real colocarão definitivamente em causa a possibilidade de voltar a ocupar o lugar de viúva recatada e submissa a que parecia condenada.

Sobre a obra do autor:

«Um livro rico em ritmo, onde as pontas se atam quando têm de ser atadas, com uma linguagem cuidada, a remeter para a elegância e clareza de Materna doçura, eficaz no modo como seduz e enreda o leitor num labirinto bem montado.»
Público (sobre Eu sou a árvore)

«Falar de Materna Doçura não é fácil. O livro não se lê, devora-se avidamente. Mas o embate inicial tem um efeito no mínimo paralisante, que vai do arrepio das primeiras páginas à emoção, em crescendo, que o leitor vai estando consciente de experimentar à medida que avança pelos meandros de uma história singular.»
Expresso

«Para muitos leitores, Materna Doçura, inolvidável romance de estreia de P. Cachapa, foi o Cú de Judas da década de 90, e muitos não hesitaram então – nós entre eles -, em augurar a P. Cachapa um futuro auspicioso semelhante ao que a década de 90 trouxe a Lobo Antunes.»
Jornal de Letras

«Materna Doçura, romance de estreia de Possidónio Cachapa, é uma espécie de prisma de fim de milénio de onde irradia, poderosa, a insólita história de Sacha G., um filho obcecado pela mãe. Entrada fulminante na ficção portuguesa.»

Público

«Uma fluidez na construção efabuladora do enredo, a pausada apresentação das personagens e um ritmado andamento dos diálogos entrecortados transforma este romance numa leitura singularmente devoradora de umas breves horas.»
O Independente (sobre Materna Doçura)

«Materna Doçura é um romance a sério, magistralmente escrito e contado, onde se prefere a ternura ao escândalo.»
Diário de Notícias

Do mesmo autor

13,95 

O mar por cima

15,93 

Materna Doçura

Outras sugestões

13,94 

Octaedro

21,55 

Berta Isla

13,91 

Leme

20,69 

Mikhail e Margarita

18,86 

Leite Derramado – Edição Especial

13,94 

Confissão de um Assassino – Relato de uma noite

Artigos relacionados com o autor