PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL

(em compras superiores a 15€)

PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL (em compras superiores a 15€)

  • 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Shop

15,70

Preço fixo até 30/09/2020 (?)

Preço livre (?)

Luanda, Lisboa, Paraíso

GRANDE VENCEDOR DO PRÉMIO OCEANOS

Prémio Literário Fundação Eça de Queiroz

Prémio Literário Fundação Inês de Castro

Finalista do Prémio APE

Em stock

Também disponível em EBOOK nas seguintes lojas:

pgn_btn_4
pgn_btn_2
pgn_btn_3
pgn_btn_5
pgn_btn_1b

Caraterísticas

ISBN 9789896655914

Data de publicação Outubro de 2018

Páginas 232

Dimensões 145x230mm

Género Ficção, Literatura

Partilhar

«De Portugal, a cidadania dos mortos foi o seu único visto de residência.»

Chegados a Lisboa em junta médica, Cartola e Aquiles descobrem-se pai e filho na desventura, sobrevivendo ao ritmo da doença, do acumular de dívidas e das cartas e telefonemas trocados com a família deixada em Luanda. Até que num vale emoldurado por um pinhal, nas margens da cidade mil vezes sonhada pelo velho Cartola, encontram abrigo e fazem um amigo.

Será esta amizade capaz de os salvar? «Se o entendimento entre duas almas não muda o mundo, nenhuma ínfima parte do mundo é exactamente a mesma depois de duas almas se entenderem.»

Luanda, Lisboa, Paraíso, o segundo romance de Djaimilia Pereira de Almeida, é o balanço tocante de três vidas simples, em que esperança e pessimismo, desperdício e redenção, surgem lado a lado numa sequência de tableaux sombrios, doces e trágicos.

O elogio da crítica a Esse cabelo, romance anterior da autora:

«Sem qualquer dúvida, uma das mais belas estreias literárias dos últimos tempos.» José Mário Silva, Expresso

«A procura de uma identidade, contada com cerimónia e sentido de risco.» Isabel Lucas, Público

«Estamos dentro de uma nova experiência e visão da literatura portuguesa. (#) A autora de Esse cabelo encerra a sua narrativa sem qualquer preocupação de se autodefinir.» Vamberto Freitas, Açoriano Oriental

«Este primeiro, surpreendente, romance de estreia revela-a e afirma-a como escritora. Não é apenas a qualidade da sua escrita, maravilhosa. É o pensamento e a capacidade de pensar-se sem sacrificar a sua sensibilidade.» Maria do Carmo Piçarra, Diário do Alentejo

«A beleza de Esse cabelo reside na recusa ao lugar esperado - como um cabelo crespo indomável pela própria natureza, que se nega a tomar qualquer forma, "áspero e intratável" como o cacto de Bandeira; ele não se adestra, não se ajeita, não se conforma: prefere a zona de confronto à zona de conforto.» Ronaldo Bressane, Revista Cult

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Luanda, Lisboa, Paraíso”

O seu endereço de email não será publicado.

Relacionados