18,41 

Verão

O primeiro retrato romanesco dos dias inquietos da pandemia encerra de forma magistral o «quarteto das estações» de Ali Smith.

602 em stock

Também disponível em EBOOK:

Características

Chancela Elsinore

Autor(a) Ali Smith

Tradutor Manuel Alberto Vieira
ISBN 9789895646487
Data de publicação Julho de 2021
Edição atual 2.ª
Páginas 320
Apresentação Capa mole
Dimensões 235x153x22mm

Coleção Elsinore

Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

«Por essa altura, tornou-se moda adotar a postura de não querer saber. Tornou-se moda, também, insistir que aqueles que queriam saber, ou que diziam querer saber, ou eram uns pobres falhados ou estavam só a exibir-se. Parece que foi há uma eternidade. Mas não foi — foi literalmente há escassos meses.»

Fevereiro de 2020: debruçada sobre o ecrã do telemóvel, Sacha, de 16 anos, assiste, tweet a tweet, post a post, à violência racial, à ameaça de uma pandemia global, aos fogos florestais, ao radicalismo e às mentiras descaradas dos políticos. Também a família de Sacha parece estar em perigo de desmoronar: desde o seu irmão, Robert, cujo promissor brilhantismo parece ofuscar-se sob um tédio perigoso, à mãe, Grace, incapaz de encontrar plena satisfação na sua vida atual, preferindo a memória distante dos seus tempos de atriz; e, na casa ao lado, ao pai, que, influenciado por Ashley, a nova mulher, se tornou ele próprio uma pessoa diferente.

Em toda a parte, a vida parece existir num permanente estado de transição, ora voltando atrás e repetindo o passado, emulando-o com roupagens diferentes, ora trazendo o futuro de repente, prenhe tanto de perigo, como de esperança. Eis a derradeira estação do Quarteto. Eis o Verão.

Os elogios da crítica:

«Ali Smith fecha o “quarteto das estações” com um romance ferozmente lúcido, aberto às incertezas do presente sem esquecer as sombras do passado.»
José Mário Silva, Expresso [5 estrelas]

«Verão é o derradeiro volume de um quarteto onde Ali Smith desafiou as regras do romance para escrever tão próximo quanto possível dos acontecimentos. […] Outono, Inverno, Primavera, Verão arrisca-se a ser uma das grandes marcas do nosso tempo na arte.»
Isabel Lucas, Público [5 estrelas]

«Um poema em prosa queé uma homenagem à memória, ao perdão, ao compreender o lado bom da vida e ao aproveitar o momento.»
The New York Times

«Verão é o trabalho ousado e valioso de uma escritora que se coloca dianteda escuridão dos tempos de hoje e traz a si todo o calor e luz do nosso verão interior.»
The Washington Post

Do mesmo autor

17,99 

Como Ser Uma e Outra

18,41 

Inverno

14,93 

Rapariga Encontra Rapaz

15,98 

Outono

17,50 

Primavera

Outras sugestões

22,45 

O Simpatizante

13,46 

Os Mistérios do Restaurante Kamogawa

13,46 

Para Acabar de Vez com Eddy Bellegueule

14,85 

As reputações

16,65 

Norma

8,96 

Bartleby, O Escrivão

Artigos relacionados com o autor
Nenhum resultado encontrado.