• 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Shop

14,22

Preço fixo até 31/12/1901 (?)

Preço livre (?)

O Novo, Incrível, Definitivo, Arrebatado

Assim vai o mundo!

O Homem que Mordeu o Cão é uma rubrica radiofónica de enorme sucesso, criada por Nuno Markl no ano de 1997 e que revolucionou a forma de fazer rádio em Portugal.

Autor aplaudido e querido do público, com mais de 500 mil fãs no Facebook, presente em vários órgãos de comunicação social. 

Em stock

Também disponível em EBOOK nas seguintes lojas:

pgn_btn_4
pgn_btn_2
pgn_btn_3
pgn_btn_5
pgn_btn_1b

Caraterísticas

Chancela

Autor(a) Nuno Markl

ISBN 9789898775085

Data de publicação Janeiro de 1900

Dimensões 0x0mm

Partilhar

De Nuno Markl, o homem a quem um dia chamaram «génio visionário»*, regressa o livro da rubrica que fez dele «um dos, senão o mais importante, nome da comunicação em Portugal»**. Sim, é verdade, mas, quase vinte anos depois da primeira emissão, onde é que a carreira dele chegou? Rigorosamente ao mesmo lugar onde começou. Isto dito assim parece mais deprimente do que é realmente. Pode sempre dizer-se que o regresso d´ O Homem Que Mordeu o Cão é um testemunho vivo da qualidade intemporal deste noticiário diário de bizarrias. Ou então que o autor não tinha uma ideia melhor. O que é certo é que nenhum outro noticiário oferece ao caro leitor e ouvinte dramas pungentes da vida real sobre GPS, jogging, gomas explosivas em forma de urso, venda de unicórnios, lubrificantes, repolhos de estimação, depilação caseira ardente, bares de strip que celebram missas - e isto é só o material mais banal! Das Manhãs da Comercial*** para as suas mãos ávidas de conhecimento, um livro que é todo ele um Desbloqueador de Conversa! Essencial para a sobrevivência em espaços fechados. E recomendado por cabras que gritam como pessoas. (Sobretudo como amuse-bouche.) *Necessário citar fonte. **Disse uma vez a mãe dele, num jantar. *** De segunda a sexta às 8h50 e às 9h50.
Sobre Ricardo Adolfo: «A nova literatura portuguesa passa obrigatoriamente por aqui.» Valter Hugo Mãe «Uma leitura sublime; um português que escreve livros como Almodóvar faz filmes.» Néon, Alemanha «... o escritor mais notável da sua geração...» António Pedro Vasconcelos, Sol «Ricardo Adolfo observa o seu país com feroz e acutilante ironia.» José Eduardo Agualusa «... surpreendente pela capacidade de ironizar, de fazer sarcasmo - uma fotografia perfeita do país.» Francisco José Viegas, Correio da Manhã

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “O Novo, Incrível, Definitivo, Arrebatado”

O seu endereço de email não será publicado.

Relacionados