• 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Shop

13,41

Preço fixo até 31/10/2020 (?)

Preço livre (?)

Pedaços de alma

Um retrato único e nostálgico de um país em transformação, recuperado pela Associação Arquivo dos Diários

Em stock

Também disponível em EBOOK nas seguintes lojas:

pgn_btn_4
pgn_btn_2
pgn_btn_3
pgn_btn_5
pgn_btn_1b

Caraterísticas

Chancela

Autor(a) Amândio Martins

ISBN 9789896657024

Data de publicação Novembro de 2018

Páginas 240

Dimensões 138x210mm

Partilhar

Numa aldeia do Douro nos idos anos da década de 1940, Amândio Martins viva a sua meninice recheada de episódios e personagens picarescos, envolto em ternura familiar e ensinamentos preciosos que haveriam de o acompanhar ao longo de um percurso intenso e notável - do qual resultaram estas memórias resgatadas pelo Arquivo dos Diários. De Porrais a Paris, passando por Timor, Pedaços de Alma faz um retrato único e nostálgico de um país em transformação através de um percurso pessoal, profissional e familiar pleno de momentos tão marcantes quanto comoventes. Este livro de memórias é o segundo diário vencedor do concurso promovido pelo Arquivo dos Diários, «Conta-nos e Conta Connosco», uma iniciativa bianual e visa ajudar a implementar um acervo único de memórias autobiográficas. O Arquivo dos Diários é uma associação sem fins lucrativos que se dedica à preservação de memórias autobiográficas fixadas em diários, cartas ou em qualquer outro suporte que permita reconhecer as histórias de vida de homens e mulheres. Esta associação pretende preservar, valorizar e divulgar as memórias de gente comum, reconhecendo que, ao dar voz a esses testemunhos, está a contribuir para um conhecimento mais democrático e fiel da História, bem como para a construção de uma identidade mais positiva. www.arquivodosdiarios.pt «"Em Lisboa, numa festa, puseram-me uma fita ao pescoço, pregaram-me no peito uma medalha e deram-me um papel. O Senhor Presidente queria que eu ficasse com a metralhadora. Disse-lhe que não queria porque ´àquela menina´ já eu tinha aturado muita coisa. Então ele tirou do dedo um anel, que é este que aqui tenho e ofereceu-mo. Disse-me o nosso capitão que os reis dos romanos faziam isso aos soldados mais valentes e então nosso Comandante virou-se para mim e disse: ´tu és de Milhais mas vales Milhões!´."»

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Pedaços de alma”

O seu endereço de email não será publicado.

Relacionados