PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL

(em compras superiores a 15€)

PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL (em compras superiores a 15€)

  • 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Shop

16,97

Preço fixo até 31/07/2024 (?)

Preço livre (?)

As Raparigas que Fui

(6 avaliações)

Para compreendermos a história de Nora, teremos de conhecer primeiro as raparigas que ela foi. Tudo começou com a sua mãe, uma burlona que lhe ensinou a arte do engano. Juntas, eram dissimuladas e imbatíveis… até que Nora deixou de ser a filha perfeita e fugiu.

Agora ela é apenas a Nora, uma rapariga com uma vida normal. Mas os sarilhos perseguem-na!

Um thriller imperdível, nomeado para os prémios Edgar e Goodreads Choice na categoria de Melhor Young Adult, com uma personagem versátil e apaixonante.

Brevemente, um filme Netflix, com Millie Bobby Brown, a estrela de Stranger Things, no papel principal!

Em stock

Também disponível em EBOOK nas seguintes lojas:
Apenas disponível em EBOOK nas seguintes lojas:

pgn_btn_4
pgn_btn_2
pgn_btn_3
pgn_btn_5
pgn_btn_1b

Caraterísticas

Chancela

Autor(a) Tess Sharpe

ISBN 9789896235222

Data de publicação Agosto de 2022

Edição atual 2.ª

Páginas 384

Apresentação capa mole

Dimensões 150x230x24mm

Partilhar

O meu nome é

Rebecca

Samantha

Haley

Katie

Ashley

Nora

Para compreenderem a minha história, terão de conhecer primeiro as raparigas que fui.

Tudo começou com a minha mãe, uma burlona que me ensinou a arte do engano. Juntas, éramos dissimuladas e imbatíveis… até que deixei de ser a filha perfeita e fugi. Agora sou a Nora, uma rapariga com uma vida normal.

Mas os sarilhos perseguem-me, e neste momento sou apenas uma entre os reféns de um assalto a um banco. Para piorar, estou aqui encurralada com o meu ex-namorado e a minha nova namorada… É complicado!

Quando os assaltantes me apontaram a arma, pensei em submeter-me imediatamente às suas ordens, mas depois lembrei-me: eu e as minhas artimanhas somos a única hipótese de sairmos daqui vivos!

Porque estes criminosos não fazem a MÍNIMA ideia de quem eu sou, e quando se derem conta… será tarde demais!

 

Os elogios da crítica:

 «Um livro tão intenso! Muito bem concebido e extremamente cinematográfico.» — Book Riot

 «Um thriller fascinante, explosivo e positivamente queer.» — Kirkus

«Se procuras uma leitura young adult queer e contemporânea, com personagens complexas, muita ação e que te tire o sono, este é o livro! Vai agarrar-te até à última página.» — Culturess

6 avaliações

  1. Joana David

    Que livro genial.

    Dizer que gostei dele é pouco.
    Este livro é tanta coisa que chega a ser difícil falar sobre ele sem vos explicar tudo, coisa que não posso fazer.

    Mas posso assegurar-vos que é mais do que um thriller. Que tem a sua dose de realidade dura e crua, de vivências pesadas, de passados assombrosos e de segredos, principalmente segredos.
    (Aconselho por isso que leiam os avisos de conteúdo que a editora colocou dentro do livro.)

    É um livro sobre superação, e sobre realização, e sobre tudo o que envolve ter que ser forte dentro de um ambiente onde nunca ninguém nos deixou descobrir quem éramos por nós.

    Quanto à parte do thriller, brilhante, brilhante, brilhante.
    É incrível como toda a história foi montada, a maneira como o autora fez com que descobrissemos o que se passava, só e quando ela queria. Genial.

    Só vos dou um conselho, quando começarem a ler este livro certifiquem-se que têm tempo para ele, porque vão ficar colados.

  2. Maria José

    É de admirar a criatividade de alguns autores. Este livro está excecional.

    Nora é uma miúda de aço. Mas, afinal quem é ela? Ela não é só uma rapariga, ela é Rebecca, Samantha, Haley, Katie, Ashley … é todas elas e não é nenhuma.

    Nora é toda ela força, energia e poder. É impossível não nos apaixonarmos pela sua coragem e pela sua forma de ser e não sentirmos vontade de sermos um bocadinho mais como ela.

    “Estou farta de ser a carne. Assim, converti-me no canhão.”

    “ …não sou uma boa pessoa. Mas amo com todo o coração e sem medo.
    Não permito que ninguém se atravesse nesse caminho. No meu caminho.”

    Nora vai-nos contando a sua história de uma forma muito original, fugindo da linearidade que estamos acostumados. Dá-nos um gostinho do seu passado, sem revelar demasiado. Faz-nos sentir o que passou, mas sem nos afetar tão profundamente.

    Também adorei as outras personagens, o Wes e a Lee mas especialmente a Íris, que é incrível,

    É um livro peculiar, inquietante e super viciante. Estou ansiosa por saber o que vai acontecer a seguir e o que se passou com a Lee no passado. Preciso de sequelas e prequelas urgentemente.

  3. oslivrosdamartinha

    Que livroooooooo! AMEI AMEI AMEI

    Já não lia um thriller psicológico assim há muito tempo, a Nora é uma força da natureza, uma menina que sofreu imenso com os esquemas da mãe, que nunca soube ser ela, porque tinha tantas outras raparigas para ser.

    O passado que cada pessoa carrega, manifesta-se no futuro da mesma, agora imagina o que é teres sido várias personagens, conseguirias encontrar o teu eu? Um livro que entra dentro do nosso coração, e que lá fica cada pedaço desta rapariga.

    Uma história completamente viciante, com uma escrita igualmente incrível e carregada de suspense.
    A compaixão que criamos por alguém que nem conseguimos perceber bem quem é, mostra o quão brilhante é esta história, que nos envolve completamente, lutamos juntamente com a Nora, senti tanto a ler este livro que até me faltam as palavras….

    Uma história que tem tanto de penosa como de sobrevivência, com temas importantes como relações familiares, sexualidade, violência física e sexual, luta, sofrimento, medo, mentiras, compaixão, vício, roubo e crime.

  4. @catarinabookishlife

    Nora já teve muitos nomes e viveu várias vidas. filha de alguém que viveu toda a sua vida a arte de enganar e roubar, encontra-se neste momento num banco, onde um assalto decorre e todos têm de lutar pela sobrevivência.

    mas Nora é a mestre dos disfarces e enganos. vai fazer de tudo para conseguir sair desta situação e mais importante, salvar quem lhe é mais querido.
    é assim que vamos desvendado a sua história e os seus segredos.

    terminei este livro e estou positivamente impressionada. já não lia um thriller YA que me agarrasse tanto e apesar de não ser um género que leia muito, percebo que tenho de apostar mais, porque evidentemente leva-me a não conseguir pousar o livro e a lê-lo como uma máquina.
    gosto de sentir esta pica e adrenalina do que vai acontecer.

    este livro aborda temáticas bastante fortes e vem com avisos de conteúdo logo na primeira página, o que é importante para quem não se sinta confortável a ler sobre. está muito bem escrito, de forma a cativar, tem muita ação e consegue-se visualizar e criar uma imagem muito real do que está a acontecer.

    também percebi que já está a ser adaptado para filme pela Millie Bobby Brown e eu que sou mega fã, já estou aqui ansiosamente à espera.

    uma muito boa experiência que me deixou colada!

  5. @voltasaimaginacao

    Que livraço!

    Estava mesmo a precisar de um livro assim, fluido e com uma história que nos prende do início ao fim, super viciante.

    O livro é contado entre o passado e o presente, e eu dava por mim a não querer sair dos capítulos do passado porque queria saber mais, e depois quando estava a ler sobre o presente acontecia-me a mesma coisa.

    Nora é uma miúda que já viveu muitas coisas, muitas vidas, já foi muitas raparigas.
    A sua mãe era uma burlona ensinou-lhe tudo o que tinha de saber para enganar e ser outras raparigas, outras personalidades.

    Até que algo corre mal e Nora decide fugir, mas será que foi a Nora que fugiu? Afinal, quem é a Nora?

    Os problemas perseguem-na, mas ela aprendeu bem demais e sabe como poderá dar a volta às pessoas, mas será que consegue fazê-lo desta vez?

    Eu adorei este livro, acho que tem um desenvolvimento incrível, mas tenho pena que o final não tenha sido tão arrebatador como prometia, contudo, não foi mau e o resto do livro compensa.

  6. @duquezadoslivros

    Quando comecei este livro, não estava mesmo preparada para tudo aquilo que ia acontecer. Desenganem-se se pensam que é apenas um thriller young adult… este livro é incrivelmente genial. Tem mais do que ação… tem segredos pesados, tem vivências duras e cruas e pesados sombrios.

    Fala sobre lutar, superarmo-nos a nós próprios e reinventar novas versões, por questões de sobrevivência. Aqui o lema é “o que não te mata torna-te mais forte”. É sobre sarar feridas, pegar nos pontos fracos e transformá-los em pontos fortes.

    O thriller é viciante e está muito bem construído, houve partes em que fiquei de boca aberta, não conseguia parar de ler, só queria virar página atrás de página.

    É também abordado o tema da endometriose, o que me fez dar ainda mais valor ao livro. É um tema ainda muito desvalorizado pela sociedade e pouco falado, que precisa de ser desmistificado e falado com uma maior abertura e de ser dada a sua importância!

Adicionar uma avaliação

O seu endereço de email não será publicado.

Relacionados