• 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Shop

14,31

Preço fixo até 31/08/2019 (?)

Preço livre (?)

As nossas almas na noite

As nossas almas na noite é uma pequena jóia literária: uma história breve, comovente, agridoce, mas inspiradora e bem-humorada, sobre as segundas oportunidades na vida, mesmo quando parece ser tarde demais.

Eleito um dos melhores livros do ano:
Blogue Ler(-te) * Blogue Silêncios que falam * Revista Sábado (Nuno Costa Santos) * Jornais Boston Globe, Denver Post e St Louis Dispatch

Esgotado

Também disponível em EBOOK nas seguintes lojas:

pgn_btn_4
pgn_btn_2
pgn_btn_3
pgn_btn_5
pgn_btn_1b

Caraterísticas

Chancela

Autor(a) Kent Haruf

ISBN 9789896653569

Data de publicação Setembro de 2017

Páginas 192

Dimensões 150x235mm

Género Ficção, Literatura

Disponibilidade Temporariamente Esgotado na Editora. Ver outras Lojas

Partilhar

Em Holt, uma pequena cidade do Colorado, Addie Moore faz uma visita inesperada a Louis Waters, seu vizinho. Viúvos, às portas da velhice, ambos tentam acomodar-se a uma vida diferente nas casas agora vazias. O mais difícil de suportar são as longas noites solitárias.

Addie não está disposta a aceitar uma vida tão cinzenta e, então, propõe a Louis que ele passe a dormir em sua casa, para ambos terem alguém com quem conversar à noite. Perante tão inesperado convite, Louis não tem opção senão aceitar. Pouco a pouco, Louis e Addie vão despindo a alma nessas noites, revivendo os sonhos da juventude, as doçuras e amarguras do casamento, as esperanças do passado, os medos do presente. Noite após noite, os dois estão cada vez mais certos de querer passar juntos o resto dos seus dias.

Neste aclamado romance, que terminou poucos dias antes de morrer, Kent Haruf retrata com ternura e delicadeza as segundas oportunidades e a emoção de redescobrir os pequenos prazeres da vida, que pode ganhar um novo sentido mesmo quando parece ser tarde demais.


Os elogios da crítica:

«Uma pequena obra-prima sobre o amor e a liberdade.»
Nuno Costa Santos, Observador

«As nossas almas na noite tem essa qualidade da nitroglicerina - uma enorme potência concentrada numa reduzida quantidade. De páginas, de palavras, de redundâncias e adjectivos, num estilo muito seco e límpido.»
Marco Alves, Sábado

«Absolutamente encantador, destilado até à mais elementar pureza. É uma obra tão terna, tão polida, que parece que nem teríamos direito a uma tão grande bênção.»
The Washington Post

«Um escritor que possui uma originalidade deslumbrante. Fala pausadamente, com intimidade mas com contenção. Haruf é muito cuidadoso a contar uma boa história. E esta é uma boa história, boa de forma simples; destila verdade.»
The Guardian

«Os romances de Kent Haruf estão impregnados de um afecto e de uma compaixão tais que transformam os pormenores mais banais em poesia. Como a luz quente que sai da janela de Addie, o romance de Haruf é um raio de esperança. Este autor vai fazer muita falta.»
Financial Times

«As segundas oportunidades sempre foram um tema caro a Haruf. Mas neste livro sobre o amor e o luto, escrito nas suas derradeiras horas, o autor produziu a sua mais intensa evocação desses temas. Nestas breves páginas estão todas as questões importantes que se levantam na aurora da vida.»
The Boston Globe

«Há muita sabedoria neste pequeno livro, polido até ao essencial... Uma pequena jóia, discreta, escrita numa linguagem tão simples que até brilha.»
The Sydney Morning Herald

«O grande tema deste autor foi sempre o conflito entre a decência e a pequenez, e ele era especialmente brilhante a fazer dessa decência um tema comovente... Os leitores darão graças por ter lido este livro, que é uma ode às coisas simples mas profundas.»
The New York Times Book Review

«Breve, espartano e comovente...»
The Wall Street Journal

«As nossas almas na noite é um belíssimo último capítulo de uma obra que valorizou a resiliência acima de tudo. Com este livro, Haruf oferece aos leitores um mapa do futuro, que não é fácil nem indolor, mas que não precisa de ser solitário.»
Esquire

«Um presente de despedida de Kent Haruf, que nos recorda de quanto sentiremos falta da sua escrita extraordinária, da pequena cidade de Holt e das suas pessoas.»
The Denver Post

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “As nossas almas na noite”

O seu endereço de email não será publicado.

Relacionados