PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL

(em compras superiores a 15€)

PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL (em compras superiores a 15€)

  • 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Shop

19,71

Preço fixo até 30/09/2017 (?)

Preço livre (?)

Assim começa o mal

«Um livro sobre o desejo, como um dos motores mais fortes da vida das pessoas,  que por vezes nos leva a passar por cima de qualquer lealdade,  consideração e respeito nas relações com os outros.» Javier Marías

Em stock

Também disponível em EBOOK nas seguintes lojas:
Apenas disponível em EBOOK nas seguintes lojas:

pgn_btn_3
pgn_btn_5
pgn_btn_1b

Caraterísticas

Chancela

Autor(a) Javier Marías

ISBN 9789896650087

Data de publicação Outubro de 2015

Páginas 536

Apresentação capa mole

Dimensões 150x235mm

Género Ficção, Literatura

Partilhar

Amor, paixão e uma morte misteriosa dão o mote para este livro do grande romancista espanhol. Profundo conhecedor da alma humana - do seu lado negro e recantos obscuros -, Javier Marías dedica as páginas deste romance a uma exploração do desejo, da justiça e da verdade.

Na Madrid de 1980, o jovem Juan de Vere, acabado de sair da universidade, emprega-se como secretário pessoal de Eduardo Muriel, um decano do cinema espanhol. De uma perspectiva privilegiada, quase íntima, assiste à misteriosa desdita conjugal de Muriel e da esposa, Beatriz Noguera, de quem se torna amante.

Muriel encarrega Juan de investigar o passado de um amigo de longa data, sobre o qual lhe chegaram rumores de um passado indecente. Na arrogância da juventude e cada vez mais enredado na vida do casal, Juan decide ir além das funções de que fora incumbido e toma iniciativas duvidosas. Depressa descobrirá que, quando não assumimos o passado, toda a vida é construída sobre uma mentira.

 

Os elogios da crítica:

«Não é um romance autobiográfico, mas contém vivências da juventude do autor. Não é um romance político, mas as referências estão lá. Não é um romance sobre a década de 80, mas é nela que a acção decorre. Não é um romance histórico, mas os estilhaços do pós-guerra civil, nos anos 40 e 50, atingem as personagens. Não é um romance de amor, mas da desdita do casamento do protagonista. Não é um romance sobre vinganças, antes sobre a impunidade e arbitrariedade do perdão.» —  El País

«Uma obra marcante de um verdadeiro artista.» — Le Monde

«Javier Marías é, de longe, o melhor romancista espanhol da actualidade.» — Roberto Bolaño

«Javier Marías escreve com elegância, engenho e suspense magistrais.» —  The Times Literary Supplement

«Javier Marías é, na minha opinião, um dos melhores escritores europeus contemporâneos.» —  J. M. Coetzee

«Haverá na Europa melhor escritor do que Javier Marías?» —  Independent

«Independentemente das nossas expectativas, quando lemos, escolhemos passar tempo na companhia de um autor. No caso de Javier Marías, trata-se de uma boa decisão: uma mente profunda, acutilante, por vezes perturbadora, outras hilariante, sempre inteligente.» — Edward St Aubyn, The New York Times Book Review

«Um escritor profundamente necessário, um cavaleiro andante, divertido, incisivo, pleno de raiva e amor.» —  The Guardian

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Assim começa o mal”

O seu endereço de email não será publicado.

Relacionados