APROVEITE ATÉ 30 DE SETEMBRO – PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL

(não acumulável com outras promoções)

APROVEITE ATÉ 30 DE SETEMBRO – PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL (não acumulável com outras promoções)

 

  • 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Shop

14,81

Preço fixo até 31/08/2024 (?)

Preço livre (?)

Três Anéis: Uma História de Exílio, Narrativa e Destino

AUTOR VENCEDOR DO NATIONAL BOOK CRITICS CIRCLE AWARD

Um livro brilhante sobre literatura clássica e a forma como esta se interliga com os destinos de vários autores consagrados e a formação da identidade europeia.

Em stock

Também disponível em EBOOK nas seguintes lojas:

pgn_btn_4
pgn_btn_3
pgn_btn_5
pgn_btn_1b

Caraterísticas

Chancela

Tradutor(a) Frederico Pedreira

ISBN 9789896236540

Data de publicação Setembro de 2022

Edição atual 1.ª

Páginas 144

Apresentação capa dura

Dimensões 150x222mm

Partilhar

Entrega a partir de 26 de setembro.

Como funciona a arte de contar histórias?

O que faz uma boa história?

Até onde pode ir a digressão numa narrativa?

Foi num período de aguda crise criativa que Daniel Mendelsohn refletiu sobre essas questões, revisitando não só a história do errante Ulisses, mas também três escritores unidos pelo exílio e pela ancestral técnica literária da composição em anel. São eles Erich Auerbach, o judeu filólogo que fugiu da Alemanha nazi para escrever o seu monumental estudo sobre a literatura ocidental, Mimesis, em Istambul; François Fénelon, o arcebispo francês do século XVII, cuja engenhosa sequela da Odisseia, As Aventuras de Telémaco, ditou o seu desterro; e o romancista alemão W.G. Sebald, autoexilado em Inglaterra, cujas narrativas distintamente sinuosas exploram temas de deslocamento, nostalgia e separação.

Conjugando memória pessoal, biografia e crítica literária, Daniel Mendelsohn explora, neste seu último e premiado ensaio, os misteriosos elos que ligam a aleatoriedade do nosso destino com a arte de o transformarmos em matéria ficcional, prestando uma homenagem aos mundos grego e judeu, e à capacidade infinita de metamorfose da Literatura.

 

Os elogios da crítica:

«Três Anéis têm ecos de Jorge Luis Borges, Italo Calvino, Walter Benjamin e Hannah Arendt. É um livro brilhante, honesto, doloroso e comoventemente humano.» — The Times Literary Supplement

«Livro após livro, Mendelsohn confirma o seu estatuto de sucessor de George Steiner no panorama cultural.» —Livres Hebdo

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Três Anéis: Uma História de Exílio, Narrativa e Destino”

O seu endereço de email não será publicado.

Relacionados