13,91 

Lenços pretos, chapéus de palha e brincos de ouro

Guiada pelo livro de Maria Lamas As mulheres do meu país, Susana Moreira Marques percorre o país ao encontro da memória das mulheres portuguesas do passado, numa viagem que vai em busca de uma herança esquecida.

319 em stock

Também disponível em EBOOK:

Características
ISBN 9789897849602
Data de publicação Abril de 2023
Edição atual 2.ª
Páginas 128
Apresentação capa mole
Dimensões 130x215mm
Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

Plano Nacional de Leitura

Cultura e Sociedade – Vida Prática – dos 15-18 anos – Maiores de 18 anos

Lenços pretos, chapéus de palha e brincos de ouro é um livro múltiplo:

Um relato de viagem que tem como guia As mulheres do meu país, escrito no final dos anos 1940 por Maria Lamas, figura de proa do activismo político em Portugal.

Um ensaio sobre os textos que as mulheres não escreveram e as vidas que elas não viveram, e que poderiam ter mudado a visão da História.

A narrativa autobiográfica de uma escritora que tenta encontrar e desvendar a sua própria história nas histórias das mulheres anónimas que povoam o nosso imaginário.

Susana Moreira Marques viaja pelas aldeias ruidosas do passado e as aldeias-museu do presente; passa por hotéis modernos onde já chegou o progresso de ter um quarto só para si; encontra mulheres que ainda vivem no silêncio de antigamente; procura registar velhas memórias e fazer perguntas que sejam úteis hoje: começa a desenhar as mulheres do país do futuro.

Os elogios da crítica:

«Há uma cadência nestas páginas que nos coloca muito perto, tão perto quanto possível, da voz narradora. […] Não é só o relato de uma viagem, a releitura de um outro livro ou uma reflexão sobre o que mudou para asmulheres em Portugal ao longo das últimas décadas. Talvez seja sobretudo um belo ensaio sobre o tempo.» — Sara Figueiredo Costa, Parágrafo

«Uma demanda, uma inquietação, um discurso amoroso, uma pergunta em busca de respostas. […] Um livro para um futuro que não esqueça o passado.» — Luís Ricardo Duarte, Visão

«Testemunho fragmentário, pessoal a partir de um colectivo ancestral cheio de referentes, este livro é uma imensa frase que apetece sublinhar.» — Isabel Lucas

«Enquanto narradora, Susana Moreira Marques define-se como uma ‘mulher à janela’ e ‘alguém que escuta’. É tudo uma questão de ver ouvindo ou de ouvir vendo: os dons essenciais do viajante. O resto vem com a arte de esperar o momento certo para cada coisa, para cada gesto, para cada imagem, para cada som, para cada frase, para cada palavra.» — José Mário Silva, Expresso

«Susana Moreira Marques refaz o itinerário de Maria Lamas e vai em busca de mulheres anónimas, que não ficaram nem ficam na História, mas que constituem um retrato vivo da condição feminina em Portugal. Um retrato do muito que mudou e daquilo que ainda permanece. Tudo isto num relato filtrado por aspectos autobiográficos, de alguém – a autora – à procura da sua própriahistória nas histórias com que se cruza.» — Carlos Vaz Marques, Programa cujo nome estamos legalmente impedidos de dizer

«Como uma espécie de herança para a sua filha e para todas as mulheres à procura da sua genealogia, Lenços pretos, chapéus de palha e brincos de ouro questiona-nos […]sobre a importância da memória para a construção da nossa identidade, individual e colectiva.» — Raquel Dias da Silva, Time Out

Do mesmo autor
Nenhum resultado encontrado.
Outras sugestões

19,30 

Os Frutos da Terra

15,29 

O Cavaleiro Sueco

18,41 

Verão

18,41 

O Homem Ilustrado

16,97 

Yerba Buena

19,75 

Rashomon e Outras Histórias

Artigos relacionados com o autor
Nenhum resultado encontrado.