13,45 

Conta-me escuridão

O terror de Mary Shelley e Edgar Allan Poe reunidos numa autora portuguesa brilhante, com uma imaginação prodigiosa e um dom para as palavras. <p >Recomendado pelo Plano Nacional de Leitura

1050 em stock

Também disponível em EBOOK:

Características

Chancela Suma de Letras

Autor(a) Mafalda Santos

ISBN 9789897842184
Data de publicação Junho de 2021
Páginas 144
Apresentação capa mole
Dimensões 150x230mm

Género Fantasia, Ficção

Coleção Suma de Letras

Idade recomendada Adultos
Partilhar:
Descrição

Plano Nacional de Leitura

Literatura – 15-18 anos – maiores de 18 anos

Todos gostamos de histórias. Sejam de encantar, para dormir ou rir.

Fui um pouco resistente à leitura destas oito histórias, pois sou daquelas pessoas que diz sempre não gostar de filmes de terror.

Durante algum tempo, acreditei afincadamente que era verdade, até me aperceber, graças ao Conta-me Escuridão, que, apesar de temer o terror, sou viciado no desafiar esse medo.

Dei por mim a ler o Tríptico e a dizer para comigo que não teria coragem de ler os outros sete capítulos, até chegar ao “O Mundo de Christina” e aperceber-me de que terminaria ali a minha injecção de adrenalina pura e viciante!

Parabéns, Mafalda e David, por darem tantas formas à Escuridão que nos fala a todos através destes Demónios que desafiam as nossas crenças.”

One Love

Dino D’Santiago

Além de ser uma incrível actriz, a Mafalda escrevia sketches – escreveu vários do meu 5 Para a Meia-Noite. Mas, a dada altura, revela-me que escreve contos. E quando me mostra os contos – mágicos, poéticos, negros – dou por mim envergonhado, a temer ter estado a usar esta notável autora para fins indignos do seu enorme talento. Felizmente, a Mafalda, actriz e escritora, é tudo isto: da chalupice cómica à profundidade onírica, tudo o que cria é humano e verdadeiro.

Nuno Markl

Curioso, insólito livro de contos de Mafalda Santos, muito imaginativo , com uma escrita clara, escorreita, banhando numa densa atmosfera de introspectivos “horrores”, a sugerirem, por vezes, Allan Poe ou Mary Shelley… E tudo complementado pelos expressivos, excelentes, desenhos de David Benasulin.

Sinde Filipe

Do mesmo autor

15,26 

Enquanto o fim não vem

14,81 

Do outro lado

Outras sugestões

17,99 

O Diabo, o Relojoeiro e a Máquina dos Sacrifícios

13,94 

Normal

17,99 

Os Pássaros no Fim do Mundo

16,91 

Dark Net

18,41 

Guerreira dos Céus

18,89 

Imperador dos Espinhos

Artigos relacionados com o autor
Nenhum resultado encontrado.